sábado, 27 de setembro de 2008

A ti,avó!


No mais fundo de ti,

eu sei que te trai,avó.

Tudo porque já não sou

o retrato adormecido

no fundo dos teus olhos.

Por isso ás vezes,as palavras que te digo

são duras ,avó

e o nosso amor é infeliz.

Tudo porque perdi as rosas brancas

que apertavas junto ao coração

no retrato da moldura.

Nunca te esqueças

que as minhas pernas cresceram

que o meu corpo cresceu,

e até o meu coração ficou mais preenchido,mas por muito que eu mude ,

por muito que vida mude tu estarás sempre no meu coração

AMO TE AVÓ

OBRIGADA POR TUDO

PELOS DIAS E PELAS NOITES EM QUE O TEU CORAÇÃO E O TEU PENSAMENTO ESTEVE COMIGO!

1 comentário:

Fátima disse...

O coraçao de uma avó, que neste caso foi como uma mae, sofre sempre, quando tomamos deciçoes que para elas parecem nao ser as mais correctas.
O seu amor é verdadeiramente incondicional, e por muito que a nossa vida, dê voltas e mais voltas, elas permanecerao sempre num cantinho muito especial do nosso coraçao,só delas......
Nunca te esqueças de lhe agradecer, seja de que forma seja,porque o tempo passa rápido demais, por vezes ficam coisas por dizer e por fazer......

Deixo-te uma beijoca carregada de carinho e um desejo de que tudo te corra pelo melhor!!!